Esporte

29/09/2018 21:20 gazetaesportiva.com.br

CR7 tem dia de garçom e Juventus vence o Napoli com dois de Mandzukic

A Juventus segue reinando soberana no Campeonato Italiano. Neste sábado, a Vecchia Signora chegou ao sétimo triunfo em oito jogos e manteve a invencibilidade ao vencer, dentro de seus domínios, o Napoli por 3 a 1, de virada. Grande estrela da Juve, Cristiano Ronaldo, conhecido por seu faro artilheiro, teve um dia de garçom, com participação nos três gols marcados por Madzukic, duas vezes, e Bonucci, que superaram o tento solitário de Mertens.

Os primeiros 45 minutos foram de muita intensidade, diversas chances criadas e, para os fãs de Cristiano Ronaldo, participação efetiva do craque, apesar de não ter marcado. Quem saiu na frente, aliás, foi o Napoli, que aproveitou o erro da Juventus para fazer o primeiro gol com Mertens, logo aos nove minutos. Em desvantagem, os donos da casa passaram a buscar mais o gol, até que seu camisa sete fez linda jogada e cruzou na cabeça de Mandzukic, que deixou tudo igual.

No segundo tempo, a Juventus, logo aos três minutos, encaminhou seu triunfo. Após bom arremate de Cristiano Ronaldo, a bola explodiu na trave e voltou nos pés do atacante croata, que marcou o segundo dos donos da casa. A virada claramente freou a empolgação do Napoli, que teve tudo para empatar, mas viu Callejon perder chance incrível. Na sequência, aos 33, fazendo valer a máxima de quem não faz toma, Bonucci marcou e deu números finais ao jogo: 3 a 1.

Antes da próxima rodada do Campeonato Italiano, tanto Juventus quanto Napoli entram em campo no meio da semana para duelos pela Liga dos Campeões. Dentro de seus domínios, a Vecchia Signora, sem Cristiano Ronaldo, suspenso, mede forças com o modesto Young Boys. Já os napolitanos, também em casa, terão pela frente um difícil duelo frente ao Liverpool.

Quem tomou a iniciativa desde o apito inicial foi o Napoli. Mesmo jogando fora de casa, o time comandado por Ancelotti mostrou disposição na busca pelos três pontos a fim de diminuir a desvantagem para a própria Juventus na tabela de classificação. Pressionando a saída de bola da Vecchia Signora e tentando quebrar as linhas de marcação, os visitantes conseguiram assustar.

A primeira chance do Napoli foi logo aos cinco minutos e a bola só não foi para a rede porque parou na trave. Após ótima troca de passes, Zielinski recebeu na entrada da área e arriscou de pé esquerdo. O chute, inicialmente sem grandes pretensões, ganhou efeito e explodiu na trave do goleiro Szczesny. A resposta da Juventus veio três minutos depois com Cristiano Ronaldo. Na primeira chance que teve na partida, o craque português recebeu na entrada da área, girou e soltou o pé para defesa de Ospina.

Depois de cada time ter uma chance, a rede balançou aos nove minutos. E quem saiu na frente foi o Napoli. Depois de saída errada de Bonucci, Allan se antecipou a Dybala e entregou para Callejón, que foi a linha de fundo e tocou para Mertens. Sozinho, o belga escorou e abriu o placar.

Atrás no placar, a Juve passou a tomar mais a iniciativa e criar chances, uma delas com Cristiano Ronaldo, que entrou em velocidade, recebeu de Mandzukic, dominou na coxa e emendou. O camisa sete, porém, parou em Ospina, que impediu o que seria um lindo gol da grande contratação da Juventus para a atual temporada.

De tanto apertar, a Vecchia Signora chegou ao empate, mas não com CR7 e, sim, com Mario Mandzukic. Aos 25 minutos, o português fez toda a jogada pela lateral do gramado, limpou a jogada com um drible em Hysaj e cruzxou para área com muita precisando, encontrando a cabeça do atacante croata.

Com a nova igualdade no placar, a partida ganhou em emoção. A estabilidade defensiva, principal arma do Napoli depois de abrir o placar, foi deixada de lado, o que acabou dando mais espaços para a Juventus. Muito presente nas jogadas ofensivas, Cristiano Ronaldo foi o grande destaque da primeira etapa, mas não conseguiu deixar o seu.

SEGUNDO TEMPO DE GOL RELÂMPAGO E VITÓRIA DA JUVENTUS

Se no primeiro tempo a Juventus viu o Napoli começar melhor, na segunda etapa os líderes do Campeonato Italiano vieram do vestiário mais dispostos a fazer valer o mando de campo para buscarem mais três pontos. E logo aos três minutos, a dupla CR7 e Mandzukic tirou o empate do placar. O português arriscou de fora da área e Ospina espalmou a bola na trave, mas o rebote ficou para o croata, que com o gol livre fez o segundo da Juve.

A virada foi um banho de água fria no Napoli, que não escondeu o abatimento. Mesmo tendo a bola, os comandados de Ancelotti pouco assustaram o gol de Szczesny, com exceção de uma ótima oportunidade desperdiçada por Callejon, que parou no arqueiro da Juve. A situação ficou ainda pior aos 14 minutos, quando Mario Rui foi para o chuveiro mais cedo.

Se a leia do quem não faz toma realmente vale no futebol, ela apareceu no Juventus Stadium aos 33 minutos. Justamente pouco depois da grande chance desperdiçada pelo atacante espanhol do Napoli, Bonucci marcou o terceiro e deu números finais ao jogo. Após cobrança de escanteio, Cristiano Ronaldo desviou e o defensor colocou para o fundo da rede.


EXPEDIENTE

RÁDIO CIDADE - A Nº 1 - A VOZ DO VALE DO PEIXOTO
Telefones: (66) 3595-1144 ou 3595-1578
Celular: (66) 9 9937-1144

Redes Sociais

Rádio Cidade - Todos os Direitos Reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo