Esporte

06/10/2018 18:34 gazetaesportiva.com.br

Em jogo fraco, Alavés vence nos acréscimos e prorroga jejum do Real Madrid

A fase do Real Madrid definitivamente não é boa. Na tarde deste sábado, os merengues foram ao Estádio de Mendizorroza visitar o Alavés em partida válida pelo oitava rodada do Campeonato Espanhol e tropeçaram mais uma vez, sendo derrotados por um 1 a 0 com um gol já nos acréscimos da partida.

O Real, que vinha ainda de derrota no meio de semana para o CSKA pela Liga dos Campeões, segue sem conseguir vencer há três rodadas. Assim, a equipe fica com 14 pontos, mesma pontuação que alcança o Alavés, que acaba com um jejum de 87 anos sem vencer os merengues.

Dessa forma, os blancos sequer assumem a liderança (lembrando que o Barcelona ainda joga neste fim de semana), ficando na segunda posição, seguidos pelo time da cidade de Vitória. E além disso, ambos ainda podem ser ultrapassados e terminar a rodada fora dos quatro primeiros colocados.

Outro jejum dos merengues é o de gols. Com o 0 a 0 deste sábado, o time completou 414 minutos seguidos sem marcar um gol. O último havia sido de Asensio, no dia 22 de setembro, contra o Espanyol.

O Real volta a entrar em ação pelo Espanhol apenas no dia 20 de outubro, sábado, quando recebe o Levante, às 8h (de Brasília), no Santiago Bernabéu. Um dia antes, às 16h (de Brasília), o Alavés visita o Celta de Vigo.

A bola rolou e desde o começo, o Real Madrid dominava as ações do jogo. A primeira boa chance foi logo aos quatro minutos, quando Ceballos recebeu de Benzema, cortou para o meio e bateu rasteiro, parando em grande defesa do goleiro Pacheco.

Quatro minutos depois e mais uma vez, o Alavés precisou trabalhar para escapar do primeiro gol. Depois de cruzamento de Odriozola na segunda trave, Benzema cabeceou e Laguardia afastou quase em cima da linha.

Na sequência, porém, a partida caiu muito em intensidade. Dos dois lados. Os merengues ficavam com a bola no pé, mas pouco assustavam a defesa adversária.

Ao contrário, quem levou perigo foi o Alavés, aos 26 minutos. Num primeiro cruzamento, vindo da esquerda, a bola passou por tudo mundo e atravessou a pequena área. Depois, inverteu o lado e a bola veio da direita, mas desta vez, Varane, de peixinho, afastou.

Sem emoções e primeiros 45 minutos de pouco futebol, a partida se encaminhou para o intervalo sem rede balançando.

Na volta dos vestiários, roteiro parecido. O Alavés chegou inclusive a ter mais posse de bola, mas as ações de ambos os lados eram poucas e os goleiros mal trabalhavam. O Real seguia com dificuldades de criação e não conseguia se impor.

E assim seguiu por muito tempo. Até que aos 31 minutos, o Alavés teve a melhor chance do jogo. Em contra-ataque, Jony disparou com a bola e chutou cruzado, saindo por pouco à esquerda de Courtois.

A boa notícia ficou por conta da entrada de Vinicius Júnior no lugar de Gareth Bale, aos 34 minutos. É o segundo jogo em que o ex-Flamengo tem que a oportunidade de entrar em campo e aos poucos, ele vai podendo mostrar um pouco mais de seu futebol.

Quando a partida parecia se encaminhar para o empate sem gols, Manu García incendiou o estádio. No último lance, aos 49 minutos do segundo tempo, após escanteio da esquerda, Sobrino cabeceou, Courtois fez uma grande defesa, mas a bola sobrou para o mandar para o fundo da rede e garantir três importantíssimos pontos.

Abaixo todos os confrontos programados para este fim de semana pela competição, respeitando o horário de Brasília:

Sexta-feira
16h Athletic Bilbao 1 x 3 Real Sociedad

Sábado
8h Girona 2 x 3 Eibar
11h15 Getafe 0 x 1 Levante
13h30 Alavés 1 x 0 Real Madrid
15h45 Leganés 1 x 0 Rayo Vallecano

Domingo
7h Valladolid x Huesca
11h15 Atlético de Madrid x Betis
13h30 Espanyol x Villarreal
13h30 Sevilla x Celta
15h45 Valencia x Barcelona


EXPEDIENTE

RÁDIO CIDADE - A Nº 1 - A VOZ DO VALE DO PEIXOTO
Telefones: (66) 3595-1144 ou 3595-1578
Celular: (66) 9 9937-1144

Redes Sociais

Rádio Cidade - Todos os Direitos Reservados.

Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo